sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Como combater o AVC?




Escrito por Dra. Lise Bocchino

O derrame cerebral ou AVC (Acidente Vascular Cerebral) é a causa de 30% das mortes no Brasil. Ele acontece quando uma artéria se obstrui por um coágulo de sangue, formado no coração ou em outro local do corpo, ou pela formação de depósitos de gordura ou endurecimento nas paredes de uma ou mais artérias do cérebro. Quando uma artéria do cérebro se obstrui, ele é considerado isquêmico. Quando se rompe, hemorrágico. Outros derrames são produzidos quando há uma ruptura das artérias, quando as paredes dos vasos sanguíneos estão frágeis em algumas áreas, especialmente quando se forma uma dilatação anormal nas paredes vasculares, chamadas aneurismas. Mais raramente, um AVC pode ser causado por uma queda abrupta e severa da pressão arterial, como durante grandes cirurgias, arritmias cardíacas graves ou até pós-parada cardíaca.

Os principais fatores de risco são histórico familiar, pressão arterial, acúmulo de gordura no sangue (colesterol e trigligerídeos), doenças cardíacas, diabetes, tabagismo, alcoolismo, sedentarismo e uso de pílulas anticoncepcionais.

Os sintomas dependem do tipo de AVC (isquêmico ou hemorrágico) e são perda sensitiva (dormência de um braço ou de uma perna), fraqueza ou perda de força muscular, alterações da memória ou fala, perda de equilíbrio ou coordenação motora, dor de cabeça, distúrbios visuais, convulsões e sintomas com início súbito. Esses sintomas geralmente são abruptos, repentinos, isolados, mas podem ocorrer em conjunto.

O melhor tratamento, reconhecido em todo o mundo, é feito com uma injeção que “dissolve o coágulo”. Este tipo de medicamento só pode ser utilizado até três horas do início dos sintomas. Quando se perde esta fase inicial, ainda se pode utilizar esses medicamentos via cateterismo, injetando-os diretamente no cérebro. Após este período ainda pode-se tratar o paciente, porém, com resultados não tão promissores. Por isso é importante levar o paciente a um serviço especializado o mais rápido possível.

Não há faixa etária específica em que a doença se manifesta mais comumente. Em geral, nos pacientes muitos jovens, pode ocorrer o tipo hemorrágico, por má formação das paredes dos vasos do cérebro, formando aneurismas que podem se romper. Em geral são mais comuns após os 40 anos, mas não é um dado absoluto. O que se sabe são os fatores que estão envolvidos no processo da doença e que têm muitas variáveis. Mas esses são fatores predisponentes e, se controlados, têm o risco diminuído.

Após o AVC isquêmico e não tratado rapidamente, pode haver déficit motor e sensitivo nas áreas afetadas correspondentes à artéria acometida no cérebro. O indivíduo pode ter dificuldade de locomoção, fala e entendimento, e alterações de sensibilidade. No tipo hemorrágico, pode ser fatal ou ter consequências mais graves, como o coma.

O AVC é uma doença grave e, apesar dos tratamentos oferecidos nos hospitais especializados, a prevenção ainda é o melhor recurso. A prevenção é feita conhecendo e controlando os fatores de risco. Se diagnosticada alguma dessas patologias, deve-se fazer o controle corretamente. Sendo prescrita medicação, nunca deve ser interrompida ou modificada, salvo pelo médico.

Os check-ups periódicos podem identificar o risco da doença, principalmente os fatores de risco e doenças associadas e predisponentes. Essas doenças, se tratadas adequadamente, em tempo e acompanhadas por médicos afastam o risco, Trata-se de uma doença muito grave e, apesar dos tratamentos oferecidos nos hospitais especializados, vale reforçar que a prevenção é ainda a melhor arma.

Dra. Lise Bocchino é cardiologista do Delboni Auriemo Medicina Diagnóstica / DASA

Fonte: IDMED

Por que o homem é o único mamífero que permanece ingerindo leite na fase adulta da vida?




Escrito por Dra. Adriane E. C. Antunes



Por que o homem é o único mamífero que permanece ingerindo leite na fase adulta da vida?

O homem parece ser o único mamífero adulto que continua a beber leite após o desmame. No entanto, muitos mamíferos adultos de outras espécies apreciam o leite. Porém, sendo o leite um alimento de alto custo, não costuma ser destinado à alimentação de animais, para os quais apenas é ofertado soro de leite oriundo da produção de queijo.

O desmame feito pelas fêmeas das diversas espécies ocorre não porque o leite deixou de ser adequado para a cria, mas sim para que a cria passe a ingerir outros alimentos, visto que suas necessidades nutricionais não são mais satisfeitas plenamente pelo consumo exclusivo de leite. Além disso, o desmame representa uma forma da fêmea de poupar energia, visto que em alguns casos ela está em novo processo de gestação.

O homem, assim como qualquer outro animal, não poderia obter cálcio unicamente por ingestão de vegetais?

Primeiramente é preciso considerar que os organismos herbívoros e onívoros são fisiologicamente diferentes. Os ruminantes, por exemplo, precisam de muitas horas para realizar o processo digestivo, que inclui os eventos de mastigação, digestão e ruminação (a fibra não digerida no rúmen é regurgitada à boca para ser novamente mastigada). As girafas, por exemplo, passam quase 20 horas por dia se alimentando; prática não compatível com a dieta, fisiologia e atividade humana.

Outro fator importante é que, com os danos na camada de ozônio e o aumento da incidência de câncer de pele, o homem tem se exposto menos ao sol e tem feito uso de protetor solar. A vitamina D, promotora da absorção intestinal do cálcio, necessita ser ativada a partir de seu precursor, pela ação de raios ultravioleta.

Portanto, é conveniente que o homem tenha boas fontes de cálcio dietético para evitar ocorrência de osteoporose na terceira idade.

Quais são os benefícios do leite de vaca?

O leite de vaca representa uma importante fonte de nutrientes para a dieta humana, especialmente devido à sua composição proteica e mineral. Em relação às vitaminas, o leite é rico em vitamina B2, biotina e, sendo o leite integral, vitaminas A e D. Os lácteos representam a melhor fonte de cálcio dietético, beneficiando a saúde óssea e dos dentes. Além do alto valor nutricional, o leite contém componentes com propriedades funcionais.

Quais os problemas de saúde relacionados com o consumo de leite?

Para algumas pessoas o consumo de leite e/ou produtos lácteos deve ser parcialmente ou completamente restringido devido a disfunções tais como hipersensibilidade às proteínas do leite de vaca, intolerância à lactose, hipersensibilidade às aminas biogênicas e galactosemia.

A versão integral do leite contém ácidos graxos saturados e colesterol e, portanto, produtos lácteos desnatados ou nas versões light devem ser preferidos por pessoas com dislipidemias (ex.: hipercolesterolemia) e doenças coronarianas.

O leite mais adequado para o consumo humano é o leite materno. É adequado ao homem ingerir leite de outras espécies?

Existem cerca de 4.000 espécies de mamíferos. A composição do leite dessas espécies varia grandemente, adequando-se às necessidades nutricionais que lhes são específicas, portanto, cada leite é específico para sua espécie. O leite materno é realmente o mais adequado nutricionalmente para o ser humano. Da mesma forma, na perspectiva do canibalismo, a carne humana apresentaria o melhor balanceamento de aminoácidos para a dieta humana. Obviamente, consumo de leite e carne humana não são socialmente aceitos, independentemente dos aspectos nutricionais...

Pela observação da natureza, mamíferos de uma espécie podem ingerir leite de outra espécie, como exemplo do gato que aceita beber leite de vaca e, aparentemente, aprecia bastante.

Sem tomar em conta fatores culturais, filosóficos e religiosos, o homem adulto é um ser onívoro desde o período pré-histórico e, portanto, o consumo de leite de outras espécies é possível.

Por que o leite pode causar alergia em algumas pessoas e em outras não?

É conveniente esclarecer que existe uma confusão entre as pessoas entre intolerância à lactose (ou hipolactasia) e alergia ao leite (ou hipersensibilidade ao leite).

A primeira se refere à incapacidade de digerir a lactose, que representa o “açúcar do leite”, devido à deficiência ou ausência da enzima lactase (ou b-galactosidase).

Alergia alimentar é decorrente de uma reação do sistema imunológico a proteínas ou parte dessas moléculas (antígenos), provocando em resposta a liberação de anticorpos, histamina e outros agentes defensivos. A hipersensibilidade ao leite está relacionada, portanto, com a fração proteica do leite e é uma doença quase que exclusiva dos lactentes e da infância, normalmente desaparecendo entre os 3 e 4 anos de idade.

Embora haja certa homologia entre a composição proteica do leite de vaca e do leite humano, há também substanciais diferenças tanto quanto ao tipo de proteínas presentes quanto às suas quantidades relativas.

No leite de vaca é encontrada a proteína b-lactoglobulina que é ausente no leite materno. Essa proteína pode desencadear alergia alimentar em alguns bebês e adultos. Não existe consenso em qual seja a proteína do leite de maior alergenicidade no leite de vaca, embora a a-lactoalbumina e a aS1-caseína sejam acusadas de serem as proteínas mais alergênicas.

O leite de cabra é uma boa opção para pessoas alérgicas ao leite de vaca?

O leite de cabra tem sido indicado nos casos de alergia ao leite de vaca, tendo em vista sua mais fácil digestão.

A alergia ao leite de cabra por crianças é pouco frequente, porque esse leite apresenta concentração baixa de a-s1-caseína, um importante componente alergênico do leite. Além disso, esse tipo de leite contém maiores quantidades de ácidos graxos de cadeia curta e média (que são de mais fácil digestão) e formam glóbulos de gordura menores, facilitando o processo de digestão.

Todavia, é importante lembrar que crianças com 0 a 6 meses de idade devem receber aleitamento materno e qualquer substituto para o leite materno deve ser indicado por um pediatra ou nutricionista. A introdução precoce de outro tipo de leite pode favorecer a ocorrência de alergias devido à imaturidade do sistema digestório.


Dra. Adriane E. C. Antunes é doutora em Alimentos e Nutrição pela UNICAMP e Pós-Doutora no Instituto de Tecnologia de Alimentos ITAL/TECNOLAT (2008), docente em regime de dedicação exclusiva da Faculdade de Ciências Aplicadas da UNICAMP, Campus de Limeira, na Faculdade de Nutrição, pesquisadora Convidada do TECNOLAT/ITAL e professora da Escola Técnica Estadual de Hortolândia do Centro Paula Souza, no curso de Nutrição e Dietética. É também autora do livro “Leite para Adultos: mitos e fatos frente à ciência”, juntamente com a Dra. Maria Teresa Bertoldo Pacheco.

Fonte: IDMED



Benefícios das frutas: abacate emagrece, laranja previne pedra no rim, banana ajuda na TPM...Veja mais!



Escrito por Roseli Ueno Ninomiya

Abacate

Benefícios

Antienvelhecimento, reduz o colesterol e ajuda na prevenção de doenças cardíacas, além de diabetes, artrite e câncer de próstata.

Como e quando consumir

Ingerir ¼ da fruta diariamente é o ideal para quem quer emagrecer.

Calorias

¼ de abacate grande (100 g): 162.

Laranja

Benefícios

Antioxidante, combate câncer, ansiedade, doenças cardíacas e pedras nos rins.

Como e quando consumir

2 laranjas na dieta diária ajudam a manter o organismo longe de doenças.

Calorias

1 laranja pequena (100 g): 46.

Banana

Benefícios

Ajuda a tratar problemas digestivos e sintomas da TPM (Tensão Pré-Menstrual). Também propicia sensação de saciedade.

Como e quando consumir

Basta ingerir 1 unidade média do tipo prata (50 g, em média).

Calorias

Prata: 105; nanica: 81; maçã: 121; da-terra: 121 (100 g).

Maçã

Benefícios

Combate colesterol ruim, câncer, diabetes e problemas respiratórios e cardíacos. Além de tudo isso, é antioxidante.

Como e quando consumir

Comer 1 maçã diariamente.

Calorias

1 maçã grande (200 g): 130.

Kiwi

Benefícios

Antigripal, faz bem para os olhos, para o coração e para o estômago.

Como e quando consumir

Ingerir 1 kiwi por dia.

Calorias

1 unidade média (76 g): 51.

Uva

Benefícios

Combate doenças cardíacas e é eficiente contra a hipertensão e intestino preso.

Como e quando consumir

1 cacho por dia.

Calorias

1 cacho pequeno (170 g): 130.

Melão

Benefícios

Aumenta a resistência imunológica, protege contra catarata e deixa os cabelos brilhantes.

Como e quando consumir

100 g ou 1 fatia grande por dia.

Calorias

1 fatia grande (100 g): 25.

Pera

Benefícios

Evita doenças degenerativas e auxilia na prisão de ventre.

Como e quando consumir

100 g ou ½ pera por dia.

Calorias

½ pera média (100 g): 59.


Roseli Ueno Ninomiya é nutricionista.

Fonte: IDMED

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Abalado, Silvio Santos grava primeiro programa sem Lombardi (1940-2009).



Apesar da morte de Lombardi, locutor do SBT há pelo menos 40 anos, o apresentador Silvio Santos resolveu gravar hoje o "Programa Silvio Santos. Ele está em estúdio agora, segundo a assessoria do SBT.

De acordo com a assessoria da emissora, em princípio, o dono do SBT havia suspenso a gravação. Contudo, "em homenagem ao Lombardi, que iria gravar hoje, e em respeito às 250 pessoas que o estavam aguardando" no estúdio, Silvio mudou de ideia.

Ainda de acordo com as informações da assessoria, Silvio não estava esperando a morte do amigo e está "abalado" com a notícia.

A assessoria não soube informar quando o programa vai ao ar.

Fonte: Folha Online

sábado, 28 de novembro de 2009

COMO PREVEINIR E DIAGNOSTICAR A OSTEOPOROSE



Escrito por Dr. Mauro Scharf

A osteoporose pode ser definida como osso poroso e é uma doença que se caracteriza pela baixa densidade do esqueleto, resultante da perda gradual e contínua do cálcio armazenado nos ossos. A osteoporose é menos comum no homem do que na mulher e atinge principalmente pessoas idosas. Isso porque uma descalcificação óssea acontece naturalmente com o envelhecimento, fazendo com que os ossos percam sua rigidez normal e se tornem menos resistente a traumas, ficando, por consequência, mais vulneráveis a fraturas, especialmente no colo de fêmur, coluna vertebral e punho.

Segundo dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a população brasileira vem envelhecendo nos últimos anos. A incidência desta doença deve, então, crescer no Brasil. Uma reflexão que vem à tona neste 20 de outubro, Dia Mundial da Oesteoporose.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, um terço das mulheres brancas com mais de 65 anos são portadoras dessa doença. Nos Estados Unidos a osteoporose é responsável por mais de 1,5 milhões de fraturas por ano. Um dos principais problemas é o diagnóstico da osteoporose, já que ela é uma doença silenciosa e não apresenta sintomas até que aconteçam as fraturas ósseas. Como normalmente os pacientes só percebem que têm a doença quando acontece a primeira fratura, é pouco comum conseguirmos um diagnóstico precoce, que seria feito pela densitometria óssea, avaliação clínica e pesquisa dos fatores de risco.

Scharf explica que a densitometria óssea avalia a densidade dos ossos, em especial a coluna, o quadril e os pulsos. É um exame com baixa exposição à radiação, que não provoca dor ou desconforto. Ele consegue identificar sinais precoces de osteoporose ou de enfraquecimento ósseo. A Fundação Americana de Osteoporose recomenda a realização da densitometria óssea de forma preventiva principalmente para mulheres acima de 65 anos, com menopausa precoce ou pós-menopausa, em uso de medicamentos corticóides, com diabetes tipo 1, doença hepática, renal ou de tireóide.

O médico diz que também é recomendada para a terceira idade a realização de avaliação clínica rotineira e de hemograma, provas de atividade inflamatória, eletroforese de proteínas, cálcio, fósforo, fosfatase alcalina e cálcio na urina de 24 horas. Esses exames possibilitam afastar as causas mais comuns de doenças que podem causar osteoporose como mieloma múltiplo, hiperparatiroidismo, osteomalácia, hipercalciúria, algumas anemias, doenças reumáticas e neoplasias. O cálcio na urina de 24 horas, além de informar sobre outras causas, possibilita avaliar o balanço de cálcio.

Para prevenir a doença, a primeira dica é se preocupar com uma alimentação rica em cálcio. O recomendado é 800 mg/dia para adultos jovens e 1.500 mg/dia para idosos. O cálcio pode ser obtido de laticínios (leite desnatado, iogurtes e queijos magros), verduras verde-escuras como brócolis, couve, espinafre e escarola ou por suplementação medicamentosa prescrita pelo médico.

A segunda dica são os exercícios físicos, que ajudam a regular e fortalecer a musculatura. O exercício promove o fortalecimento muscular, além de melhorar o equilíbrio, os reflexos e a marcha, reduzindo os riscos de quedas no idoso em aproximadamente 25%.

A terceira dica é a vitamina D, formada na pele pela ação dos raios solares ou obtida através dos alimentos (leite e seus derivados, óleo de fígado de bacalhau, peixes e camarões). A vitamina D é a responsável pela absorção do cálcio que ocorre no intestino. A orientação do médico é incluir 15 minutos de banho de sol (até 10h da manhã e após 17h) na rotina diária.

Por fim, a ingestão alimentar adequada de cálcio e a prática de atividade física devem ter início na infância, onde ocorrem a formação dos hábitos alimentares e a definição da massa óssea. O organismo mantém constante uma taxa de cálcio e, quando a fonte externa é inadequada, o cálcio é extraído dos ossos para manter os níveis sanguíneos dentro dos valores normais. Por isso, temos que estar atentos desde pequenos.

Alimentos x Quantidade de Cálcio

Leite de vaca pasteurizado 1 copo (200 ml) = 246 mg de Cálcio;

Queijo prato 15 gramas (uma fatia fina) = 126 mg de Cálcio;

Iogurte 1 pote (200 mg) = 240 mg de Cálcio;

Espinafre 100 gramas = 79 mg de Cálcio;

Escarola 100 gramas = 81 mg de Cálcio;

Folhas de abóbora 100 gramas = 477 mg de Cálcio;

Sardinha 30 gramas (uma porção pequena) = 86 mg de Cálcio.

Dr. Mauro Scharf é endocrinologista do Lavoisier/DASA.

Fonte: IDMED

TESTOSTERONA NOS IDOSOS


Dr. Eduardo Feire Vasconcellos

O que é testosterona?

Chama-se de testosterona um pool, ou seja, um conjunto de hormônios. A testosterona é o principal hormônio masculino secretado pelo testículo, e é produzido em quantidade próxima a 7 mg/dia. Em torno de 95% da testosterona provém dos testículos, e o restante é originário da suprarrenal. Este hormônio é também presente nas mulheres, porém em escala bem menor, representando em média 20% do padrão masculino.

Como ela age no organismo do homem?

A testosterona exerce seus efeitos nos diferentes órgãos, agindo diretamente sobre estes, como androgênio, ou após conversão a um metabólito ativo à diidrotestosterona*, ou também pode servir de precursor para o estradiol (hormônio feminino) e desta forma induzindo efeitos estrogênio-símiles, ou seja, acarretando feminilização.

A testosterona é o principal hormônio para manutenção do tônus muscular, desenvolvimento da massa muscular, é essencial para densidade mineral óssea, para presença de caracteres sexuais secundários masculinos, é fundamental para vitalidade, auxilia na formação de células vermelhas, dessa forma impedindo anemia, tem importante ação no núcleo de prazer hipotalâmico, tornando o indivíduo menos propenso à depressão, é determinante na libido e na função erétil.

Com o avanço da idade os níveis de testosterona diminuem?

Sim, à medida que os homens envelhecem, a produção de testosterona declina, porém, essa diminuição é muito lenta, em média 0,3% ao ano. Diferentemente das mulheres, não existe nos homens uma redução abrupta na secreção de hormônios gonadais. Há, isto sim, um decréscimo gradual que se inicia no adulto jovem e que progride através de décadas. Inúmeros estudos demonstram regressão dos níveis séricos de testosterona total, testosterona livre e SHBG, com o envelhecimento masculino. Isso acarreta o que se convencionou chamar ADAM (Androgen Decline in the Aging Male), ou Declínio Androgênico do Envelhecimento Masculino, DAEM. Vários trabalhos clínicos mostram que a prevalência do hipogonadismo masculino aumenta com a idade. Nos Estados Unidos da América, há dados demonstrando que a doença afeta 2 em cada 10 homens com idade superior a 50 anos, sendo que se estima de 3 a 4 milhões de homens com DAEM, dos quais somente 5% estariam sendo tratados.

O que a falta de testosterona pode provocar no organismo?

As manifestações da produção deficiente de testosterona dependem da época do início do hipogonadismo e da sua gravidade. Caso ocorra entre o 2º e 3º mês do desenvolvimento fetal, teremos graus variados de ambiguidade de genitália e pseudo-hermafroditismo masculino. Se surgir durante o 3º trimestre gestacional, pode acarretar criptorquidismo e micropênis. No período pré-puberal, a deficiência androgênica normalmente leva ao desenvolvimento inadequado dos caracteres sexuais masculinos, tais como: pênis e testículos pequenos, sem o desenvolvimento da rugosidade escrotal puberal e hábitos eunucoides, a voz permanece fina e a massa muscular não se desenvolve plenamente, escassos pelos pubianos e axilares, ausência de pelos da face e tórax, o estirão puberal não acontece, acarretando crescimento desproporcional dos ossos longos dos membros inferiores e superiores, ocasionando envergadura maior que a altura.

A deficiência ou declínio androgênico que aconteça na idade adulta pode gerar quadro clínico com: diminuição da libido, disfunção erétil, baixa de energia, diminuição da pilificação facial ou corporal, atrofia testicular, rugas finas nos cantos da boca e dos olhos, aumento da gordura visceral, diminuição da massa e da força muscular, redução da densidade mineral óssea, maior predisposição à depressão e irritabilidade, aumento da resistência à insulina e maior possibilidade de desenvolvimento de síndrome metabólica.

Quais os sintomas que o baixo nível de testosterona pode provocar?

Os sintomas são geralmente os acima citados, porém dependem da faixa etária em que ocor-rem e do padrão hormonal.

Como é o diagnóstico?

Inicialmente deve-se fazer uma cuidadosa anamnese e exame físico, e havendo suspeita clínica, solicitar avaliação laboratorial dos eixos hormonais de hipófise, tireoide, suprarrenal e gônadas. Nos casos de hipogonadismo hipogonadotrófico, testosterona baixa, com LH e FSH normais ou baixos, deve-se solicitar como complementação diagnóstica imagem da região hipotalâmica-hipofisária. Nos pacientes com hipogonadismo-hipergonadotrófico, testosterona baixa com LH e FSH elevados, pode-se realizar teste agudo com HCG para avaliação testicular. Nos indivíduos com suspeita de DAEM, correlacionar hábitos de vida e exames bioquímicos de lipídeos e glicídios.

O baixo nível de testosterona pode provocar falta de apetite sexual?

Os efeitos dos baixos níveis séricos de testosterona em homens geralmente acarretam dimi-nuição da libido e favorecem a disfunção erétil.

Como é o tratamento hormonal? Há efeitos colaterais?

O objetivo do tratamento é a manutenção da função sexual e dos caracteres sexuais se-cundários masculinos, bem como melhora da qualidade de vida destes indivíduos. Isso é possível, na maioria das vezes, através da administração de testosterona, porém é muito importante frisar que cada situação clínica é individualizada, portanto, não há um tratamento único.

Os suplementos de testosterona podem provocar câncer de próstata?

Essa pergunta motivou vários estudos nas últimas décadas. A etiologia do câncer de próstata, infelizmente, ainda está longe de ser totalmente decifrada, mas sabe-se que é multifatorial. Existe, ainda, muita polêmica com relação à reposição de testosterona e câncer de próstata. No estudo Androgens and Prostate Cancer Risk: A Prospective Study, publicado em 2007, pacientes entre 40 e 60 anos de idade foram acompanhados periodicamente durante 20 anos, e um dos focos desse estudo foi avaliar a relação entre os níveis de testosterona e o câncer de próstata. Não houve, no entanto, nenhuma diferença estatisticamente significativa. Além disso, quando a análise foi feita por quartis, ou seja, quando se dividiu os pacientes de acordo com os níveis séricos de testosterona, os resultados não demonstraram correspondência.

Outro importante estudo foi uma metanálise publicada em 2006, com o título Prostate Cancer and Prostatic Diseases, pelos autores Gould e Kirby, que compilaram os principais estudos nesta área em todo o mundo, totalizando análise de 2.283 pacientes acompanhados durante 15 anos, e observou-se que 22 indivíduos recebendo testosterona apresentaram diagnóstico de câncer de próstata, representando uma taxa de aproximadamente 1%.

Existem outras formas de tratamento?

O tratamento deve ser sempre individualizado e de acordo com o diagnóstico. Não há um tratamento-padrão ou imutável, muito pelo contrário, é necessário monitoramento contínuo do quadro.

Há prevenção?

O hipogonadismo tanto pode ser primário como secundário, e de apresentação diferente em períodos etários distintos, porém, via de regra, as medidas preventivas são individualizadas em cada contexto clínico. Já o DAEM é uma patologia multifatorial e de evolução gradual, desta forma, possibilitando diagnóstico precoce e adoção de medidas preventivas.

Fonte: IDMED

COMER DEVAGAR EMAGRECE?



Um estudo divulgado em setembro deste ano pela Universidade de Wageningen, na Holanda, mostrou a relação entre o ritmo que se come e a quantidade de calorias consumidas. Os pesquisadores constataram que comer devagar, colocando menores porções de comida na boca e mastigando por mais tempo, pode reduzir a ingestão de calorias e, consequentemente, ajudar na perda de peso. De acordo com os autores, essa prática faz com que as pessoas se sintam satisfeitas mais rapidamente, fazendo-as comer menos. O teste foi feito com pudim e revelou que as pessoas que permaneceram com o alimento na boca por nove segundos ingeriram, em média, 42 gramas a menos.

Uma outra pesquisa, publicada na revista científica American Journal of Clinical Nutrition, mostrou que, quando mulheres jovens comiam massa com tomate e queijo mais lentamente, mastigando cuidadosamente, elas consumiam 70 calorias a menos, além de se sentirem mais satisfeitas após a refeição. Acredita-se que isso acontece porque uma refeição mais lenta permite que o organismo humano dê os sinais naturais de saciedade, como distensão do estômago e mudanças nos hormônios associados ao apetite. Esses sinais, segundo a análise, alertam o organismo sobre a hora certa para se interromper o ato de comer.

Os estudos ainda são iniciais e é preciso que sejam feitas mais análises para constatar se isso acontece para todas as pessoas e com todos os tipos de alimentos. Mas é inegável que comer devagar faz bem.

Os benefícios de saborear com calma o alimento são um dos principais focos do slow food, associação internacional sem fins lucrativos fundada em 1986, na Itália. Hoje o movimento conta com mais de 80 mil associados e tem escritórios e apoiadores em mais de 120 países. O slow food segue o conceito da ecogastronomia, conjugando o prazer e a alimentação com consciência e responsabilidade. A filosofia do grupo se baseia na ideia de que melhorar a qualidade da alimentação e arranjar tempo para saborear é uma forma simples de tornar o cotidiano mais prazeroso. No Brasil, o movimento é representado pelo site www.slowfoodbrasil.com.

Estes são os cinco principais motivos pregados pelo slow food para comer devagar:

O primeiro é perder peso.

Segundo o movimento, o cérebro leva 20 minutos para processar que está satisfeito. Se a pessoa comer rápido, pode passar do ponto em que está satisfeita e acabar comendo mais.

O segundo é apreciar a comida, fazendo das refeições um prazer gastronômico.

O terceiro benefício é melhorar a digestão, já que, quanto mais trabalho se faz na mastigação, menos trabalho o estômago terá, podendo conduzir a menos problemas digestivos.

O quarto é diminuir o estresse, pois comer devagar pode ser um grande exercício de concentração.

Por fim, rebelar-se contra o fast food e a vida corrida, tidos pelo slow food como um estilo de vida desumano e maléfico à saúde.

O ideal é que se gaste pelo menos 30 minutos em cada refeição, mastigando várias vezes antes de engolir e em pequenas garfadas, para saborear melhor os alimentos. Outra dica é não se sentar à mesa com muita fome, pois assim acaba-se comendo tudo em poucos minutos. É importante começar a refeição com saladas verdes, já as folhas exigem mais mastigação, além de serem muito importantes para o organismo. Mas é sempre importante lembrar que temos que saber a quantidade diária de alimento necessário para cada pessoa, que depende de fatores como o sexo, peso, atividade física e a idade.

Mauro Scharf é endocrinologista do Delboni Auriemo/DASA.

Fonte: IDMED

domingo, 22 de novembro de 2009

HOMENAGEM AO AMIGO CLOVIS


O Blog Conhecimento Online vem comunicar o retorno ao mundo espiritual do Sr. Clovis. Ele que quando esteve entre nós, deixou boas lembranças de como se deve comportar um verdaeiro amigo.

Foi bom esposo, pai, amigo, e também, aluno no Curso Basico de Informática da Unidade Casa Brasil-PMCG. Sabemos da lacunas que nosso amigo nos deixou, porém, devemos sempre lembrarmos das nossas brincaeiras em sala de aula, que tanto nos alegravam os Sábados de manhã.

A esta hora, o amigo Clovis deve está muito feliz por ter cumprido com seu dever neste mundo de provações. Nós alunos e professor ficamos honrado em termos participado de se grupo de amigos e amigas.

Sr. Clovis fique, sabendo que jamais esqueceremos de sua amizade e companheirismo neste mundo.

O amigo viajou, porém, nos deixou seu exemplo de pessoa justa que sempre foi para, a família e seus amigos e amigas.

Nos ssbemos que não há palavras que sejam capazem de agradecê-lo por ter estado entre nós.

Parabens pelo grande ser humano que foste! Fique em paz nosso eterno amigo. Pois, sua jornada, já foi concluída, porém, a nossa está para ser ainda trilhada. Contudo, com seu exemplo de vida, será mais fácil para nós.

O Blog e seus amigos, lhe deseja um forte abraço!

Um dia nos encontraremos de novo!

Até logo!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

INTERESSANTE: CÂNCER DA MAMA

Devemos passar a noite com axila limpa e sem desodorante, para ser um momento de respiração livre da axila.

Vamos atentar para isso, vale a pena...


ESTA MENSAGEM ESTÁ SENDO DIVULGADA POR UMA BIOQUÍMICA URUGUAIA IDENTIFICADA ABAIXO.

Há um tempo, fui a um seminário, sobre Câncer da Mama, conduzido por Terry Birk, com o apoio de Dan Sullivan.

Durante os debates, perguntei porque razão a zona mais comum para desenvolver tumores cancerígenos no peito é perto da axila.

A minha pergunta não pode s er respondida na hora.
Esta informação foi-me enviada, recentemente, e alegro-me por a minha pergunta ter sido respondida.
Informei uma amiga que está a fazer quimioterapia e ela comentou que já tinha esta informação, obtida num grupo de apoio que está a freqüentar.
Agora quero compartilhar a informação com vocês.
A principal causa de Câncer da Mama é o uso de anti-transpirantes!
Sim, ANTITRANSPIRANTES.
A maioria dos produtos no mercado são uma combinação de anti-transpirantes/ desodorizantes.
Vejam bem os rótulos!
DESODORIZANTE está bem, ANTI-TRANSPIRANTE, não.
Concentração das toxinas provoca a mutação das células: CÂNCER. Eis aqui a razão:

O corpo humano tem apenas algumas áreas por onde pode eliminar as toxinas:atrás dos joelhos, atrás das orelhas, a área das virilhas e as axilas..
As toxinas são eliminadas com a transpiração.
Os anti-transpirantes, como seu nome diz, evitam a transpiração; portanto, inibem o corpo de eliminar as toxinas através das axilas.
Estas toxinas não desaparecem por artes mágicas.
Como não saem pelo suor, o organismo deposita-as nas glândulas linfáticas que se encontram debaixo dos braços.
A maioria dos tumores cancerígenos do seio, ocorrem neste quadrante superior da área da mama.
Precisamente onde se encontram as glândulas.
Nos homens parece ocorrer em menor proporção, mas também não estão isentos de desenvolver Câncer da Mama por causa dos anti-transpirantes que usam,ao invés de água e sabão.
A diferença está no fato de os anti-transpirantes usados pelos homens não serem aplicados diretamente sobre a pele; ficam, em grande parte,nos pêlos axiais.
As mulheres que aplicam anti-transpirantes logo após rasparem ou depilarem as axilas, aumentam o risco devido a minúsculas feridas e irritações da pele, que fazem com que os componentes químicos nocivos penetrem mais rapidamente no organismo.
Por favor, passem esta mensagem a todas as pessoas.
O Câncer da Mama está a tornar-se tremendamente comum, e este aviso pode salvar algumas vidas.
Se, de alguma forma duvidam desta informação, podem fazer as suas próprias investigações.
Provavelmente vão chegar à mesma conclusão.

FAVOR DIVULGAR A TODAS AS MULHERES, POR TODOS OS MEIOS DISPONÍVEIS.


MSc. GABRIELA CASANOVA LARROSA,
Prof. Assistente Dpto. De Biologia
Celular e Molecular, Séc Biologia Celular
Faculdade de Ciências, Universidade da República Oriental do Uruguay.
Endereço: Igua 4225, Piso 7 - AlaSur - Cod Postal 11400
Teléfono: (598-2) 525.86.18 al 21 (internos 145 y 218) Fax: (598-2)
Eu já cumpri o meu dever... Cumpra o seu também!
Avise às pessoas que você conhece!



UM CÃO VELHO E COM OLHAR CANSADO...

Um cão velho e com olhar cansado estava andando pela rua e entrou em meu jardim. Eu pude ver, pela coleira e seu pêlo brilhante, que ele era
bem alimentado e bem cuidado.


Ele andou calmamente até mim e eu o agradei. Então ele me seguiu e entrou em minha casa. Passou pela sala, entrou no corredor, deitou-se em
um cantinho e dormiu.


Uma hora depois ele foi para a porta e eu o deixei sair.


No dia seguinte ele voltou, fez "festinha" para mim no jardim, entrou em minha casa e novamente dormiu por uma hora no cantinho do corredor.
Isso se repetiu por várias semanas...


Curioso, coloquei um bilhete em sua coleira:

"Gostaria de saber quem é o dono deste lindo e amável cachorro, e perguntar se você sabe que ele vem até a minha casa todas as tardes para tirar uma soneca."


No dia seguinte ele chegou para sua habitual soneca, com um outro bilhete na coleira:

"Ele mora em uma casa com 6 crianças, 2 das quais têm menos de 3 anos - provavelmente ele está tentando descansar um pouco.... Posso ir com ele amanhã???"

Rrsrsrsrsrsrsrsssssssssssssssssssss




sábado, 14 de novembro de 2009

CRIANÇA DESAPARECIDA



Nilton Narciso dos Santos <niltonnarcisod@gmail.com>

Procuro desesperadamente meu filho de 3 anos desaparecido desde 21/06/2008.AJUDEM POR FAVOR A DIVULGAR A FOTO DELE NA NET...


O Blog: CONHECIMENTO ONLINE, solicita a todos seus visitantes, que caso tenham visto esta criança, comunique a polícia, ligando para o número: 190.
Deixamos nossos agradecimentos pela ajuda de todos vocês.




























domingo, 25 de outubro de 2009

MORANGO- a fruta que auxilia o funcionamento do cérebro.


Estudos comprovam que o morango é um excelente aliado para a melhora da nossa função cognitiva, é o que diz uma publicação do Berry Health Symposium de 2009.

É normal que conforme ficamos mais velhos, a nossa função cerebral diminua e por isso temos mais dificuldade de aprendizagem, lentidão na parte motora, perda de memória. Isso ocorre principalmente porque as células inflamam e oxidam, é aí que o morango pode ajudar.

Além do aroma e sabor agradável, a fruta que é muito consumida nesta época, possui antioxidantes capazes de prevenir essa inflamação e oxidação das células, consequentemente melhorando nossa memória e função motora.

O morango também é muito rico em vitamina C, que evita a fragilidade dos ossos, ajuda na cicatrização e age contra infecções. Amassado com mel, é um bom remédio para os males dos rins. O chá purifica o sangue e é um excelente diurético.

Por ser muito sensível, o morango deve ser guardado na geladeira por até 3 dias. Deve-se lavá-lo apenas no momento do consumo, em água corrente e, se possível, deixando-o em uma solução de água com limão ou vinagre por 15 minutos.


Conheça mais benefícios do morango:

- Possui menos de 50 calorias.

- É uma excelente fonta de Vitamina C, provendo 140% da quantidade diária necessária desta vitamina.

- É a fruta mais rica em antioxidantes. Pesquisas indicam que o morango pode ajudar a reduzir níveis de colesterol LDL. Os flavonóides do morango também protegem o coração.

- Possui fibras, o que ajuda a diminuir o nível de colesterol do sangue.

- Pesquisas mostram que morangos tem propriedades vasodilatadoras, ajudando a regular a pressão sanguínea.

Inclua esta fruta em sua dieta, além de deliciosa, é muito benéfica para sua saúde e cérebro!

Fonte: IDMED

terça-feira, 20 de outubro de 2009

FIM A HOMOFOBIA NO BRASIL ( Somos civilizados ou não!?)


ENTENDA A LEI

Nos últimos 30 anos, o Movimento LGBT Brasileiro vem concentrando esforços para promover a cidadania, combater a discriminação e estimular a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

A partir de pesquisas que revelaram dados alarmantes da homofobia no Brasil, a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), juntamente com mais de 200 organizações afiliadas, espalhadas por todo o país, desenvolveram o Projeto de Lei 5003/2001, que mais tarde veio se tornar o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006, que propõe a criminalização da homofobia.



O projeto torna crime a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero - equiparando esta situação à discriminação de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, sexo e gênero, ficando o autor do crime sujeito a pena, reclusão e multa.

Aprovado no Congresso Nacional, o PLC alterará a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, caracterizando crime a discriminação ou preconceito de gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero. Isto quer dizer que todo cidadão ou cidadã que sofrer discriminação por causa de sua orientação sexual e identidade de gênero poderá prestar queixa formal na delegacia. Esta queixa levará à abertura de processo judicial. Caso seja provada a veracidade da acusação, o réu estará sujeito às penas definidas em lei.

O texto do Projeto de Lei PLC 122/2006 aborda as mais variadas manifestações que podem constituir homofobia; para cada modo de discriminação há uma pena específica, que atinge no máximo 5 anos de reclusão. Para os casos de discriminação no interior de estabelecimentos comerciais, os proprietários estão sujeitos à reclusão e suspensão do funcionamento do local em um período de até três meses. Também será considerado crime proibir a livre expressão e manifestação de afetividade de cidadãos homossexuais, bissexuais, travestis e transexuais.

Apesar dos intensos esforços e conquistas do Movimento LGBT Brasileiro em relação ao PLC 122, ainda assim, ele precisa ser votado no Senado Federal. O projeto enfrenta oposição de setores conservadores no Senado e de segmentos de fundamentalistas religiosos. Por este motivo, junte-se a nós e participe da campanha virtual para divulgar e pressionar os senadores pela aprovação do projeto.

Para ler o projeto de lei na íntegra, clique aqui.

Por quê a lei?

* Ainda não há proteção específica na legislação federal contra a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero;

* Por não haver essa proteção, estimados 10% da população brasileira (18 milhões de pessoas) continuam a sofrer discriminação (assassinatos, violência física, agressão verbal, discriminação na seleção para emprego e no próprio local de trabalho, escola, entre outras), e os agressores continuam impunes;

* Por estarmos todos nós, seres humanos, inseridos numa dinâmica social em que existem laços afetivos, de parentesco, profissionais e outros, essa discriminação extrapola suas vítimas diretas, agredindo também seus familiares, entes queridos, colegas de trabalho e, no limite, a sociedade como um todo;

* O projeto está em consonância com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário: “Artigo 7°: Todos são iguais perante a lei e, sem distinção, têm direito a igual proteção da lei. Todos têm direito a proteção igual contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação”;

* O projeto permite a concretização dos preceitos da Constituição Federal: “Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação [...] / Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”;

* O projeto não limita ou atenta contra a liberdade de expressão, de opinião, de credo ou de pensamento. Ao contrário, contribui para garanti-las a todos, evitando que parte significativa da população, hoje discriminada, seja agredida ou preterida exatamente por fazer uso de tais liberdades em consonância com sua orientação sexual e identidade de gênero;

* Por motivos idênticos ou semelhantes aos aqui esclarecidos, muitos países no mundo, inclusive a União Européia, já reconheceram a necessidade de adotar legislação dessa natureza;

* A aprovação do Projeto de Lei contribuirá para colocar o Brasil na vanguarda da América Latina, assim como o Caribe, como um país que preza pela plenitude dos direitos de todos seus cidadãos, rumo a uma sociedade que respeite a diversidade e promova a paz.

Fonte: Projeto Aliadas – ABGLT

Verdades e Mentiras sobre o PLC 122/06

Desde que começou a ser debatido no Senado, o projeto de lei da Câmara 122/2006, que define os crimes resultantes de preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero tem sido alvo de pesadas críticas de alguns setores religiosos fundamentalistas (notadamente católicos e evangélicos).

Essas críticas, em sua maioria, não têm base laica ou objetiva. São fruto de uma tentativa equivocada de transpor para a esfera secular e para o espaço público argumentos religiosos, principalmente bíblicos. Não discutem o mérito do projeto, sua adequação ou não do ponto de vista dos direitos humanos ou do ordenamento legal. Apenas repisam preconceitos com base em errôneas interpretações religiosas.

Contudo, algumas críticas tentam desqualificar o projeto alegando inconsistências técnicas, jurídicas e até sua inconstitucionalidade. São críticas inconsistentes, mas, pelo menos, fundamentadas pelo aspecto jurídico. Por respeito a esses argumentos laicos, refutamos, abaixo, as principais objeções colocadas:


1. É verdade que o PLC 122/2006 restringe a liberdade de expressão?

Não, é mentira. O projeto de lei apenas pune condutas e discursos preconceituosos. É o que já acontece hoje no caso do racismo, por exemplo. Se substituirmos a expressão cidadão homossexual por negro ou judeu no projeto, veremos que não há nada de diferente do que já é hoje praticado.

É preciso considerar também que a liberdade de expressão não é absoluta ou ilimitada - ou seja, ela não pode servir de escudo para abrigar crimes, difamação, propaganda odiosa, ataques à honra ou outras condutas ilícitas. Esse entendimento é da melhor tradição constitucionalista e também do Supremo Tribunal Federal.

2. É verdade que o PLC 122/2006 ataca a liberdade religiosa?

Não, é mentira. O projeto de lei não interfere na liberdade de culto ou de pregação religiosa. O que o projeto visa coibir são manifestações notadamente discriminatórias, ofensivas ou de desprezo. Particularmente as que incitem a violência contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

Ser homossexual não é crime. E não é distúrbio nem doença, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Portanto, religiões podem manifestar livremente juízos de valor teológicos (como considerar a homossexualidade "pecado"). Mas não podem propagar inverdades científicas, fortalecendo estigmas contra segmentos da população.

Nenhuma pessoa ou instituição está acima da Constituição e do ordenamento legal do Brasil, que veda qualquer tipo de discriminação.

Concessões públicas (como rádios ou TV's), manifestações públicas ou outros meios não podem ser usados para incitar ódio ou divulgar manifestações discriminatórias – seja contra mulheres, negros, índios, pessoas com deficiência ou homossexuais. A liberdade de culto não pode servir de escudo para ataques a honra ou a dignidade de qualquer pessoa ou grupo social.

3. É verdade que os termos orientação sexual e identidade de gênero são imprecisos e não definidos no PLC 122, e, portanto, o projeto é tecnicamente inconsistente?

Não, é mentira. Orientação sexual e identidade de gênero são termos consolidados cientificamente, em várias áreas do saber humano, principalmente psicologia, sociologia, estudos culturais, entre outras. Ademais, a legislação penal está repleta de exemplos de definições que não são detalhadas no corpo da lei.

Cabe ao juiz, a cada caso concreto, interpretar se houve ou não preconceito em virtude dos termos descritos na lei.

Fonte: Projeto Aliadas/ABGLT

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

sábado, 10 de outubro de 2009

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

TIMBALAND

video

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

RICH MARTIN

video

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

LAURA PAUSINI

video

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

domingo, 27 de setembro de 2009

LINGUAGEM DOS SINAIS


LETRA DO HINO NACIONAL



Ouviram do Ipiranga às margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante
E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da Pátria nesse instante.
Se o pendor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte
Em teu seio, ó Liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!
Ó Pátria amada
Idolatrada.
Salve! Salve!
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandesce.
Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha esa grandeza
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
 Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!


Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, Florão da América
Iluminado ao sol do Novo Mundo!
Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores
"Nossos bosques têm mais vida",
"Nossa vida", no teu seio "mais amores".
Ó Pátria amada,
Idolatrada.
Salve! Salve!
Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro desta flâmula.
- Paz no Futuro e glória no passado.
Mas, se ergues da Justiça a clava forte,
Verá que um filho teu não foge à luta,
 Nem teme, quem te adora, a própria morte.
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
 Pátria amada,
Brasil!




vocabulário:


  1. Plácidas: tranquilas, sossegadas;
  2. Brado: grito;
  3. Retumbante: vibrante, que se ouve ao longes;
  4. Fúlgidas: brilhantes;
  5. Penhor: garantia;
  6. Idolatrada: adorada, amada;
  7. Vívido: forte, intenso;
  8. Impávido: destemido, corajoso;
  9. Colosso: gigante, muito grande;
  10. Espelha: reflete, transmite;
  11. Fulguras: brilhas, resplandeces;
  12. Florão: Enfeite representando flor ou folhas, no centro do teto.